"VOCÊ NÃO QUER VER, NÃO QUER ESCUTAR E MUITO MENOS FALAR"
Pesquise no blog:
Insira uma palavra-chave:
«Se VOTAR mudasse alguma coisa, o VOTO já teria sido banido.»
Emma Goldman

terça-feira, 22 de julho de 2008

Você se uniria com Socialistas?

Talvez.

Poderíamos ver o que dava tal união contra o capitalismo, mas o socialismo é contra o capitalismo, principalmente, eu não tenho um sistema o qual mais sou contra, ou apenas um que sou contra, mas sim, todo e qualquer sistema repressor, que haja estado. E socialismo é a supremacia do estado.

Digo que tenho uma tendência a ser mais extremo liberal, ou mesmo anarco-capitalista, (ausência total do estado na economia) que socialista, mas isso não quer dizer que não sou contra o liberalismo extremo, anarco-capitalismo, pois há dinheiro, patrão, poder.

Acho que eu poderia me unir contra o sistema, independentemente da visão socialista, assim como Malatesta disse:

"[...] Devemos nos posicionar com os republicanos, os social-democratas e todo partido antimonarquista para derrubar a monarquia. Mas devemos ser, enquanto anarquistas, pela anarquia, sem romper nossas forças nem confundi-las com a dos outros, sem fazer compromissos para além da cooperação na ação militar."
Escritos Revolucionários
Dizendo sobre derrubar a Monarquia na França.

Vejo uma opção de união, mas como Malatesta disse, pela anarquia e sendo Anarquistas, em qualquer ocasião.

Podemos não trazer tal ato à nossas causas, mas cresceremos, com certeza.

Temos de observar, também, que estamos em pleno século XXI, o qual já não existe monarquia da forma de antigamente, e também não vejo mais esquerdistas lutarem pela sua supremacia, e sim chegarem através de partidos políticos. Os tempos de hoje, penso eu, não combinam mais com "revolução armada", "destruição do estado através da ação-direta", mas sempre haverá lutas, e os socialistas sempre estarão presentes (enquanto o estado não for totalmente socialista), e nós, também estaremos presentes, mas com pretensões totalmente diferentes. Essa união pode sim refletir hoje, em alguma luta contra a opressão.

E, será que, se houver a mudança, para socialismo, na América Latina, através da política, votos (o que eu acho que está bem próximo), os anarquistas lutarão contra tal sistema?

Eu vou, com toda certeza. Só porque eu uni contra o capitalismo não quer dizer que sou a favor do Socialismo. Tal união minha foi contra a opressão do sistema.

E é isso que vejo como uma posição ruim da união: Se o socialismo crescer, a esse tamanho, por mim, não irá trocar nada. Um é a ditadura do dinheiro, outro é a ditadura de uma classe social que considero, como todas as outras, ridícula. Eu não quero uma classe social no poder, e sim a ausência de poder.

É uma questão vulnerável, que deve ser pensada mais.


Qual a sua opinião?

O que acha do socialismo?

Unir-se-ia com eles?


"Liberalismo e Socialismo

Pode-se considerar o anarquismo como um desenvolvimento quer do liberalismo, quer do socialismo, quer dos dois. Como os liberais, os anarquistas querem a liberdade: como os socialistas, querem a igualdade. Mas só o liberalismo ou só o socialismo não os satisfaz. A liberdade sem igualdade significa que os pobres e os fracos são menos livres que os ricos e os fortes e a igualdade sem liberdade significa que somos todos escravos em conjunto. A liberdade e a igualdade não são contraditórias, mas complementares: em vez da velha polarização liberdade-igualdade segundo a qual mais liberdade significaria menos igualdade e vise-versa , os anarquistas fazem notar que, na prática, não se pode ter uma sem outra. A liberdade não é autêntica se alguns forem demasiado pobres ou demasiado fracos para dela gozarem e a igualdade não é autêntica se alguns forem governados por outros. A contribuição decisiva dos anarquistas para a teoria política é a constatação de que liberdade e igualdade são afinal de contas a mesma coisa."

Nicolas Walter - Do Anarquismo

6 comentários:

redirect disse...

Paule, faço de suas palavras as minhas. A união de anarquistas com socialistas para derrubar o sistema aconteceria com força, e não tenho dúvidas de que tal objetivo se concretizaria. Porém após alcançar seu objetivo, cada um vai querer impor seus ideais e isso vai gerar mais treta, e pode dar origem a uma nova opressão. É algo que deve ser muito bem pensado e talvez até a manter um acordo quando se conseguir alcançar o principal objetivo, que é combater o capitalismo...

Sonny Ynnos

fonsk disse...

Lembre que comunistas e anarquistas lutaram na França na segunda guerra, lado a lado, com liberais, e depois que a Europa voltou a ser "livre", eles se voltaram todos usn contras os outros.

rafa_avm_hotz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
rafa_avm_hotz disse...

paulo vim dar uma olhada no teu blog hehe

quanto a sua pergunta... capitalismo, socialismo, esquerda, direita, sao rótulos subjetivos, e que nao dizem porra nenhuma...

sua pergunta seria melhor se caísse direto no princípio

então ela poderia ser a seguinte:

você se aliaria com alguém que prega o uso da força para atingir seus fins?

minha resposta seria não.

vitor disse...

é como o rafa disse...

esquerda e direita sao duas faces da mesma moeda...

mas enquanto a resposta tambem, não!

Diago disse...

Dos males, o menor. Entre o capitalismo e o socialismo, ópito pelo segundo, mas uma vez sendo o socialismo a bola da vez, o ideal sera que a sociedade evoluísse para o próximo passo.

Lindo escrito.
Aplausos para Nicolas Walter.